As consequências do pecado

27. Qual é a miséria que a queda trouxe sobre o gênero humano? 

A queda trouxe sobre o gênero humano a perda da comunhão com Deus, o seu desagrado e maldição; de modo que somos por natureza filhos da ira, escravos de Satanás e justamente expostos a todas as punições, neste mundo e no vindouro. 

Gn 3:8,24; Ef 2:2-3; 2Tm 2:26; Lc 11:21-22; Hb 2:14; Lm 3:39; Rm 6:23; Mt 25:41,46

28. Quais são as punições do pecado neste mundo? 

As punições do pecado neste mundo são: ou interiores, como cegueira do entendimento, sentimentos depravados, fortes ilusões, dureza de coração, remorso na consciência e afetos baixos; ou exteriores como a maldição de Deus sobre as criaturas por nossa causa e todos os outros males que caem sobre nós em nossos corpos, nossos bens, relações e empregos -juntamente com a morte. 

Ef 4:18; Rm 1:28; 2Ts 2:11; Rm 2:5; Is 33:14; Rm 1:26; Gn 3:17; Dt 28:15; Rm 6:21,23 

29. Quais são as punições do pecado no mundo vindouro? 

As punições do pecado no mundo vindouro são a separação eterna da presença consoladora de Deus e os tormentos mais penosos na alma e no corpo, sem intermissão, no fogo do inferno para sempre 

2Ts 1:9; Mc 9:47-48; Lc 16:24,26; Ap 14:11 

Catecismo Maior de Westminster
Semana 9

O Pecado

24. Que é pecado? 

Pecado é qualquer falta de conformidade com a lei de Deus, ou a transgressão de qualquer lei por Ele dada como regra, à criatura racional. 

Rm 3:23; 1Jo 3:4; Gl 3:10-12. 

25. Em que consiste o pecado desse estado em que o homem caiu? 

O pecado desse estado em que o homem caiu consiste na culpa do primeiro pecado de Adão, na falta de retidão na qual este foi criado e na corrupção da sua natureza pela qual se tornou inteiramente indisposto, incapaz e oposto a todo o bem espiritual e inclinado a todo o mal, e isso continuamente: o que geralmente se chama pecado original, do qual precedem todas as transgressões atuais. 

Rm 5:12,19; 5:6; 3:10-12; Ef 2:3; Rm 8:7-8; Gn 6:1; Tg 1:14-15; Mt 15:19 

26. Como é o pecado original transmitido de nossos primeiros pais à sua posteridade? 

O pecado original é transmitido de nossos primeiros pais à sua posteridade por geração natural, de maneira que todos os que assim procedem deles são concebidos e nascidos em pecado. 

Sl 51:15; Jo 3:6 

Catecismo Maior de Westminster
Semana 8

A Queda

21. Continuou o homem no estado em que Deus o criou no princípio? 

Nossos primeiros pais, sendo deixados à liberdade da sua própria vontade, pela tentação de Satanás transgrediram o mandamento de Deus, comendo do fruto proibido, e por isso caíram do estado de inocência em que foram criados. 

Gn 3:6-8,13 

22. Caiu todo o gênero humano na primeira transgressão? 

O pacto sendo feito com Adão, como representante, não para si somente, mas para toda a sua posteridade, todo o gênero humano, descendendo dele por geração ordinária, pecou nele e caiu com ele na primeira transgressão. 

At 17:26; Gn 2:17 

23. A que estado ficou reduzido o gênero humano por essa queda? 

Essa queda reduziu o gênero humano a um estado de pecado e miséria. 

Rm 5:12; Gl 3:10 

Catecismo Maior de Westminster
Semana 7

A Providência de Deus

18. Quais são as obras da providência de Deus? 

As obras da providência de Deus são a sua mui santa, sábia e poderosa maneira de preservar e governar todas as suas criaturas e todas as suas ações, para a sua própria glória. 

Lv 21:8; Sl 104:24; Is 92:29; Ne 9:6; Hb 1:3; Sl 103:19; Mt 10:29-30; Gn 45:7; Rm 11:36; Is 63:14. 

19. Qual é a providência de Deus para com os anjos? 

Deus, pela sua providência, permitiu que alguns dos anjos, voluntária e irremediavelmente, caíssem em pecado e perdição, limitando e ordenando isso, como todos os pecados deles, para a sua própria glória; e estabeleceu os mais em santidade e felicidade, empregando-os todos, conforme lhe apraz, na administração do seu poder, misericórdia e justiça. 

Jd 6; Lc 10:17; Mc 8:38; 1Tm 5:21; Hb 12:22; Sl 103:20; Hb 1:14. 

20. Qual foi a providência de Deus para com o homem no estado em que ele foi criado? 

A providência de Deus para com o homem no estado em que ele foi criado consistiu em colocá-lo no Paraíso, designando-o para o cultivar, dando-lhe liberdade para comer do fruto da terra; pondo as criaturas sob o seu domínio; e ordenando o matrimônio para o seu auxílio; em conceder-lhe comunhão com Deus, instituindo o dia de descanso, entrando em um pacto de vida com ele, sob a condição de obediência pessoal, perfeita e perpetua, da qual a árvore da vida era um penhor, e proibindo-lhe comer da árvore da ciência do bem e do mal sob pena de morte. 

Gn 1:28; 21:15-16; 1:26; 3:8; 2:3; Ex 20:11; Gl 3:12; Gn 2:9,16-17. 

Catecismo Maior de Westminster
Semana 6